20.8.08

Drama só é drama se...

Cerca de 150 pessoas terão morrido hoje na sequência de um acidente aéreo ocorrido ao início da tarde junto do Aeroporto de Barajas-Madrid. Trata-se de um drama humano de grandes dimensões e de um acontecimento que merece um tratamento jornalístico cuidado e profissional. Porém, na SIC-Notícias, um pivô perguntava ao correspondente daquela estação em Madrid se haveria passageiros portugueses no voo fatal da Spanair, quando nada indicava que tal pudesse acontecer e não havia dados disponíveis que permitissem facultar aquele tipo de informação. Boçal e paroquial é, infelizmente, também em circunstâncias como esta o jornalismo português, como se um drama humano só o fosse verdadeiramente no caso de envolver protagonistas com passaporte luso.

1 comentário:

Maria Marques disse...

Fiquei com a mesma opinião. Só me lembrava do ataque às torres gémeas, quando andava tudo num frenesim para saber se havia vítimas portuguesas, como se isso fosse relevante para a dimensão da catástrofe.